Pensando em reformar a casa? Há alguns itens a serem levados em consideração na hora de começar uma reforma. É preciso ter uma noção exata de custos, estruturas, opções, entre outros. Uma boa dica é contar com a ajuda de profissionais da área.

Antes de começar:

Quando se pensa em construir, existem uma série de etapas importantes a seguir para garantir a qualidade da obra. No caso da reforma, o primeiro passo é pensar: o que será reformado ou ampliado?

Para ajudar nessas primeiras decisões, conte com a ajuda de um arquiteto, ele irá orientá-lo de como proceder com as mudanças, além de oferecer maiores possibilidades e auxiliar na parte burocrática da reforma (ele realiza um levantamento geométrico da estrutura existente e consegue toda documentação que esteja disponível).

Lembramos que quando a reforma tiver alterações da estrutura original do imóvel é obrigatório dar entrada no alvará de aprovação e execução para reforma. Depois de concluída a obra, é preciso também solicitar o certificado de conclusão, mais conhecido como “habite-se”.

Após essa primeira etapa de tomada de decisões, é preciso colocar as ideias em prática, é necessário avaliar as estruturas para saber quais as necessidades e os cuidados a serem tomados. Com isso é feito um projeto e a partir dele é possível ter uma previsão dos tipos e quantidades de materiais a serem utilizados, sendo assim, pode-se iniciar a fase de orçamentos.

Escolha dos materiais:

A escolha dos materiais deve ser compatível com a expectativa da obra finalizada. Na ampliação de uma casa, por exemplo, é importante verificar quais os materiais que constituem essa casa e qual o tipo de reforço que ela deve receber.

Não existem restrições quanto à aplicação dos materiais: uma obra em concreto pode receber reforço em aço e vice e versa. Apesar de o concreto ser mais utilizado nas obras, o aço traz algumas vantagens, principalmente no caso de reformas. Isso por que o material traz mais velocidade e limpeza à obra, o que reflete em uma menor interferência no cotidiano da residência.

Uma opção interessante é o drywallparedes de gesso acartonado que tem como estrutura perfis metálicos. O sistema permite que se levante uma parede em apenas quatro horas. Além da velocidade, o drywall traz mais flexibilidade ao projeto. Como é mais leve (22kg por metro quadrado, contra 120kg da alvenaria), pode ser instalado independentemente de vigas, o que reduz em 10% os gastos com fundações.

Obra em andamento

Após o inicio da reforma, basta fazer o acompanhamento. Não se deve deixar a obra nas mãos dos pedreiros.

Quando devo reformar?

A manutenção de uma edificação depende do material que foi empregado e, principalmente, dos detalhes construtivos, geralmente gira em torno de 20 anos. É importante não deixar que a casa clame por uma reforma, como no caso de rachaduras aparentes e estruturas desgastadas. Já a ampliação vem com a necessidade de cada um.

Ampliação da casa

Independente se é reforma ou ampliação, alguns cuidados são universais. Vale a pena investir em um projeto, no planejamento e numa contratação de profissionais qualificados, para evitar problemas futuros, que acabem gerando gastos além do previsto, trabalhos mal acabados ou atrasos no cronograma.

 

Fonte: www.metalica.com.br